Símbolo Aprag Aprag Associação dos Controladores de Vetores e Pragas Urbanas

consumidor Dúvidas Frequentes

Tire sua dúvidas sobre as melhoras práticas da categoria, dicas de especialistas e informações relevantes do mercado.

buscaFILTRAR POR CATEGORIA

Encontre uma Empresa Controladora de Pragas (Dedetizadora)

Faça a busca abaixo e encontre
empresas de controle de pragas
(dedetização) da sua região.

Dicas para contratar uma Dedetizadora

O biólogo da APRAG, Sérgio Bocalini, está à disposição
para respondê-las.

Envie sua Pergunta

TODOS AS PERGUNTAS

Chumbinho é raticida? Posso utilizar?

O chumbinho não é raticida. Trata-se de um veneno extremamente tóxico de uso proibido. Não pode ser utilizado.

Como faço para eliminar cupim de minha casa?

O Controle de cupins é uma atividade complexa e não é de fácil realização por pessoas leigas ou não habilitadas.

O sucesso no controle de cupins se inicia com a correta identificação da espécie que está infestando o ambiente, seguido de uma inspeção detalhada do local, buscando indícios da presença, circulação e se possíveis pontos em que os ninhos possam estar instalados.

Após a identificação das espécies infestantes e da analise do ambiente, a escolha do método mais adequado para o controle, irá trazer o resultado esperado, que é o controle desta praga.

Visto a complexidade no controle de cupins, a contratação de uma empresa especializada (dedetizadora), passa a ser de fundamental importância. Por se tratar de um assunto que requer conhecimento técnico apurado, é importante que se busque uma empresa profissional. Consulte em sua cidade as empresas associadas à APRAG.

Cupim come concreto?

Não, o cupim se alimenta exclusivamente de materiais que contenham celulose, tais como papéis, móveis, alguns tecidos, etc. No entanto, eles podem surgir em sua parede, se movimentando através das falhas e trincas.

Cupim e Siriri (aleluia) são a mesma coisa?

Sim, porem em diferentes estágios. Siriri ou Aleluia (expressão usada de acordo com a região geográfica) é o cupim em estágio alado, pronto para o acasalamento e formação de novas colônias. O siriri perde as asas em torno de duas horas após o inicio da revoada e pouco menos de 1% consegue se acasalar e formar uma nova colônia. Os demais acabam morrendo na superfície.

Cupim pode derrubar minha casa?

Não. O cupim irá atacar somente peças que contenha celulose, no caso o madeiramento utilizado na construção poderá ser atacado; porém as colunas e paredes de alvenaria não sofrerão nenhum dano devido a presença de cupins.

No caso de forros do tipo estuque, comum em residências antigas, poderá ser atacado em virtude da presença de madeira em estrutura e neste caso poderá vir a cair. Telhados com madeiramento muito atacado por cupins também ficam fragilizados e podem sofrer danos irreversíveis, chegando desabar.

Formigas podem contaminar alimentos?

Sim, as formigas podem ser consideradas  transmissoras de bactérias, vírus, fungos e outros microorganismos, causando uma série de doenças.

Formigas também fazem revoadas?

Sim, assim como os cupins, algumas espécies de formigas também fazem revoadas para se reproduzir.

Os cupins que entram na minha casa nas revoadas, comem madeira?

Não, o cupim alado não está a procura de alimento. Nesse estágio ele sai exclusivamente para acasalamento. O que pode acontecer é dar início à formação de uma colônia nos arredores do seu imóvel.

Quais os cuidados que devo tomar na hora de contratar uma dedetizadora (empresa de controle de pragas)?

O primeiro passo é saber se a empresa possui licença de funcionamento sanitária e/ou ambiental.

Verificar também se possui Responsável Técnico e se a mesma está devidamente registrada no conselho profissional deste responsável (existem certificados que comprovam isso).

Para ter maior segurança, verifique se a empresa é associada à APRAG e busque informações em sites de reclamações na internet, para saber sobre sua reputação.

Qual a melhor forma para controlar a baratinha que aparece na cozinha de meu comércio?

A barata pequena (baratinha, germânica ou alemãzinha) é muito recorrente em comércios alimentícios. Se este é o seu caso, é necessário que se contrate uma qualificada empresa de controle de pragas, pois esta praga não é de fácil controle.

A empresa controladora de pragas (dedetizadora) deve implantar um plano de controle com programa de visitas minimamente mensais (RDC 52/09), ou seja, ao menos uma vez por mês a empresa deve enviar um técnico/uma equipe ao seu estabelecimento para que seja garantida a qualidade no controle de pragas.

São necessárias diversas ações para que o controle atinja seu objetivo, inicialmente deverá ser realizada uma inspeção técnica, seguida de um  planejamento em que serão traçadas as diretrizes do controle e após a implantação das técnicas adequadas, o monitoramento irá validar a funcionalidade dos métodos e resultados obtidos.

É de suma importância salientar que o real controle dificilmente ocorrerá apenas com uso de produtos químicos. É importantíssimo se atentar para a limpeza, principalmente embaixo de chapas, armários, bancadas, pias, dentre outros. Também é de suma importância rejuntar/vedar frestas e buracos, por menores que sejam, pois são excelentes abrigos para esta espécie de barata.

Quanto tempo é preciso ficar fora do imóvel após uma "dedetização"?

O período de ausência do local é muito relativo, ou seja, vai depender de caso para caso.

Há serviços de desinsetização (dedetização) em que não é necessário se ausentar do local, como no caso da utilização de iscas; porém em outras situações, o período de ausência pode ser mais prolongado.

Verifique com a empresa contratada qual o período para reentrada no imóvel, pois este prazo dependerá dos seguintes fatores:

- Produtos e quantidade utilizada

- Métodos de aplicação dos produtos

- Análise do “grupo de risco” que ocupará o imóvel

- Ventilação do local

Quanto tempo é preciso ficar fora do imóvel após uma "desratização"?

Em regra geral não é necessário se ausentar do imóvel quando for realizado serviço exclusivamente para o combate a ratos (desratização), pois as formulações de iscas raticidas legalizadas no Brasil não liberam vapores tóxicos, não resultando em risco de intoxicação por inalação.

É imprescindível que sejam seguidos os cuidados necessários para evitar acidentes com crianças ou animais, como exemplo, a utilização de materiais resistentes denominados “porta-isca”, que não permitam o acesso de animais e crianças às referidas iscas.

Cabe salientar que para uma Desratização, também existem produtos em pó, de venda restrita a empresas especializadas; no entanto, a aplicação deste produto é, via de regra, direcionada para tocas (em áreas externas), o que não condiz com a necessidade de pessoas de se ausentar do imóvel.

Que tipos de locais são favoráveis para o cupim formar sua colônia?

Dependerá da espécie em questão.

Em áreas urbanas dividimos os cupins em 3 tipos:

- Cupim subterrâneo ou de solo, que pode fazer suas colônias no próprio subsolo ou em locais que imitam as condições do mesmo;

- Cupim de madeira seca, que faz sua colônia na própria peça de madeira;

- Cupim arborícola, que normalmente faz seus ninhos em topos ou copas de árvores.

Raticida seca o rato?

Não. O fato de o rato secar ou não,  após sua morte, esta relacionado diretamente com o local em que se encontra a carcaça e não com o raticida ingerido.  A quantidade de umidade no local é que irá determinar o tipo de decomposição, desta forma desidratando ou não o animal.