Símbolo Aprag Aprag Associação dos Controladores de Vetores e Pragas Urbanas

Notícias

Acre registra 2,2 mil casos suspeitos de dengue e confirma mais de 350 em 2018


Oestado do Acre registrou, do dia 1º de janeiro a 10 de março de 2018, mais de 2,5 mil casos suspeitos de dengue. Desses, 353 foram confirmados, 706 descartados e pouco mais de mil estão em investigação.




Os dados são do boletim epidemiológico e foram divulgados nesta quarta-feira (11) pela Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre).




Em comparação com o mesmo período de 2017, houve um aumento de 19,6% nas notificações do estado. Já que no ano passado, foram 1.885 registros, sendo que foram confirmados 45%, um total de 852 e 1.265 casos foram descartados.




Conforme o levantamento, as cidades acreanas que mais registraram casos de dengue foram Cruzeiro do Sul com 1.293, que representa 57% dos casos e a capital Rio Branco com 615 notificações, correspondendo a 27% das notificações no estado. Não há registro de óbitos por dengue.




Em Cruzeiro do Sul foram confirmados até o momento 210 casos da doença e 601 ainda estão em investigação. Na capital foram confirmados 96 casos e 260 estão em investigação.




Nos municípios da regional do Alto Acre houve um total de 59 casos em 2018. O número representa uma redução de 79,4% em relação ao mesmo período no ano passado, quando foram notificados 287 casos suspeitos da doença.




Assis Brasil teve 10 casos notificados em 2018 e dois em 2017, a cidade de Brasileia saiu de 94 casos suspeitos em 2017 para 13 em 2018. Epitaciolândia teve 15 notificações este ano e 108 no ano passado. Em Xapuri, saiu de 83 casos em 2017 para 21 em 2018.




Nas cidades da regional do Juruá/Tarauacá/Envira foram 1.347 casos notificados em 2018, sendo que em 2017 foram 375.




Conforme os dados, Feijó, Tarauacá e Mâncio Lima tiveram 3, 2 e 5 casos suspeitos em 2018, respectivamente. Já Marechal Thaumaturgo, Porto Walter e Rodrigues Alves registraram 6, 6 e 32 casos da doença esse ano.


 




 



 


Febre chikungunya



 




O levantamento apontou que foram notificados 109 casos suspeitos de febre de chikungunya no Acre. Cruzeiro do Sul é o município que registrou o maior número de casos, com 47 notificações. O número corresponde a 43% dos casos no estado.




Dos casos, 14 foram confirmados, 47 descartados e 48 ainda estão em investigação. Somente Rio Branco e Cruzeiro do Sul tiveram casos confirmados da doença, sendo 4 na capital e 10 na segunda maior cidade do Acre.




Já Acrelândia, Manoel Urbano, Plácido de Castro, Porto Acre, Rodrigues Alves e Senador Guiomard registraram casos, mas seguem em investigação.




 



Zika vírus



 




Em relação aos casos de zika vírus, foram notificados 43 casos suspeitos em todo o estado. Os municípios com maior número de notificações foi Rio Branco com 20 casos e Cruzeiro do sul que registrou 19 casos.




O levantamento apontou também um caso de zika vírus confirmado no município de Marechal Thaumaturgo, sendo que o paciente foi notificado em Cruzeiro do Sul.





O número de notificações é 63% menor do que o registrado no mesmo período do ano passado, quando foram registrados 116 casos suspeitos.



VEJA A APRAG NA MÍDIA

Mais de 90 mil pessoas foram picadas por escorpião no Brasil

Novas técnicas para combater o Aedes aegypti

4:51 Árvores de São Paulo sofrem com cupins Café com J...

Voltar para a ediçãoAlimentar pombos nas ruas pode gerar...

4:51 Árvores de São Paulo sofrem com cupins Café com ...

VEJA MAIS MATÉRIAS

Notícias APRAG

VEJA MAIS NOTÍCIAS
Primobolan Depot For Sale Hygetropin 10iu Dosage Jintropin Kigtropin Vs Somatropin Turinabol For Sale Testosterone Propionate Cycle Anavar for sale Igtropin 100mcg Price Android Pills Stanazol Suspension Side Effect Buy HCG 5000 iu Vials Anadrol Oxymetholone Buy Ansomone Growth Hormone Anadrol For Sale Testosterone Enanthate 250mg Testosterone Cypionate For Sale Deca Durabolin Side Effects Stanozolol Suspension Injection 20ml Winstrol for Sale trenbolone acetate