Símbolo Aprag Aprag Associação dos Controladores de Vetores e Pragas Urbanas

Notícias

SP reabre três parques onde foram achados macacos com febre amarela

SÃO PAULO - Após a confirmação de quatro mortes por febre amarela no estado, o governo de São Paulo anunciou nesta quarta-feira a reabertura de três parques que estavam fechados por risco de contaminação do vírus. Os parques Horto Florestal, da Cantareira e do Tietê haviam sido interditados entre outubro e novembro depois que foram encontrados macacos mortos com a doença. Ao todo, o Estado de São Paulo tem 26 parques fechados.


 


A Secretaria de Saúde anunciou, ainda, a realização de uma campanha de vacinação entre 3 e 24 de fevereiro para imunizar 6,3 milhões de pessoas contra a febre amarela. O alvo da campanha são moradores do estado que residem em áreas da Grande São Paulo, Vale do Paraíba e Baixada Santistas ainda não alcançadas pelo vírus mas que estão em corredores ecológicos, por onde a doença pode circular.


Embora o parque Horto Florestal tenha sido aberto ao público, o risco de contaminação por febre amarela ainda existe. Nesta quarta-feira, funcionários afixaram uma placa que alerta a população para se vacinar antes de ir ao local.


— Cada um sabe sua responsabilidade. O vírus continua circulando no parque. Qual é a melhor proteção? É a vacina. Não tem porque perdurar o fechamento do parque — afirmou o secretário estadual de Saúde, David Uip, duirante coletiva de imprensa realizada no parque.


 

Durante a cerca de uma hora em que esteve no parque, na manhã desta quarta-feira, o GLOBO constatou que há muitos mosquitos na região. A febre amarela, que já foi identificada em macacos que morreram no local, é transmitida pelos mosquistos Haemagogus, em sua variável silvestre, e Aedes aegypti, na urbana. Ao ser questionado se o governo do estado recomendaria que uma pessoa que não recebeu a vacina deixe de ir ao parque, Uip foi ríspido:


— Isso é óbvio — afirmou o secretário, para, depois, continuar: — Conto com a inteligência do povo. Na dúvida, toma a vacina, espera dez dias e vem ao parque depois. Estamos alertando, não estamos alarmando.


O secretário disse acreditar que o número de mortos por febre amarela no estado deve aumentar:


— Infelizmente vamos ter mais casos sim. Vamos ter mais óbitos.


 


MORADORES COMEMORAM REABERTURA


Moradores da região comemoram a decisão. Para Dimas Pereira, da Associação Amigos do Horto, quem tomou a vacina não tem o que temer.



 


— Graças a Deus reabriram nosso parque. Quem se vacinou está protegido.



Ano passado, em todo o estado, foram identificados 23 casos silvestres de febre amarela, com a ocorrência de dez mortes. Não há registros de febre amarela urbana em São Paulo.


Como mostrou o GLOBO na segunda-feira, o estado de São Paulo vai fracionar a vacina contra febre amarela para atender mais pessoas. Cada dose única da vacina pode imunizar até cinco pessoas, segundo a secretaria de saúde. Na terça-feira, o Ministério da Saúde anunciou que vai fracionar a vacina também nos estados do Rio e da Bahia.




FONTE: https://oglobo.globo.com/sociedade/sp-reabre-tres-parques-onde-foram-achados-macacos-com-febre-amarela-22273009#ixzz53n9GhORY 
stest 

VEJA A APRAG NA MÍDIA

4:51 Árvores de São Paulo sofrem com cupins Café com Jornal Canal APRAG 17 visualizações 2:47 HOW TO TRAIN YOUR DRAGON 3 Trailer (2019) FilmSelect Trailer 8,2 mi visualizações Novo 10:09 RESPONDING TO RICEGUM WillNE 696 mil visualizações Novo 9:4

Especialista dá dicas do que fazer para espantar os inse...

Dicas sobre controle de pombos

Mitos e verdades sobre dicas caseiras para previnir form...

Revista da Cidade 23/01/18 - Sérgio Bocalini

VEJA MAIS MATÉRIAS

Notícias APRAG

VEJA MAIS NOTÍCIAS