Símbolo Aprag Aprag Associação dos Controladores de Vetores e Pragas Urbanas

Notícias

Vírus da febre amarela que atingiu o Sudeste pode ter vindo do Centro-Oeste

O vírus que causou o surto de febre amarela no início de 2018, em Minas Gerais, é o mesmo que causou o surto em 2016/2017. Foi o que demonstrou um estudo desenvolvido por diversas instituições, entre elas a Fiocruz Minas. De acordo com o trabalho, o vírus persistiu no estado nesses dois últimos anos. A pesquisa levantou ainda a hipótese de que o agente pode ter vindo do Centro-Oeste do país, devido aos registros epidemiológicos nessa região em 2015.


“Como o vírus da febre amarela é endêmico na Região Amazônica, uma das hipóteses cogitadas era que o vírus causador dos surtos havia vindo de lá e que tivesse chegado ao Sudeste na mesma época em que apareceram os casos. Entretanto, vimos que isso não é verdade, uma vez que o mesmo vírus já estava circulando no estado de São Paulo em 2016”, explica o pesquisador da Fiocruz Minas, Pedro Augusto Alves.


 


Morte por Febre Amarela


 


Amostras


Para chegar a essas conclusões, os pesquisadores fizeram um sequenciamento parcial de amostras de pacientes e de carcaças de primatas, afetados pela doença nos últimos dois surtos. Em seguida, eles compararam os resultados com amostras de diferentes anos e localidades, que estavam armazenadas em um banco de dados. Assim, foi possível compreender a origem do vírus que provocou o grande número de casos de febre amarela no Sudeste.


Para o pesquisador, chama atenção o fato de que o agente tenha encontrado condições favoráveis de sobrevivência na região Sudeste, durante um longo período, até que começassem a aparecer os primeiros casos em humanos, mantendo-se no Sudeste de 2016 a 2018. Esse fato serve de alerta de que a região Sudeste também pode ter condições climáticas e ambientais para a manutenção do vírus, o que antes imaginava-se ser possível apenas para a região Amazônica.


 


Segundo o estudo, também merece atenção o fato de o Centro-Oeste possivelmente ter funcionado como área de transição importante para a febre amarela. Devido à sua localização geográfica, o Centro-Oeste poderia estar facilitando a transposição do vírus da Região Amazônica para o Sudeste, como já observado em surtos anteriores.


“Goiás e Mato Grosso já precederam surtos relacionados a várias doenças no Sudeste, o que significa que o Centro-Oeste é uma área chave para as ações de vigilância, não apenas em relação à febre amarela, mas também em relação a outras doenças”, destaca o pesquisador.


As conclusões deste estudo corroboram com os resultados de uma pesquisa publicada pelo Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz) em agosto de 2017, em que os cientistas identificaram mutações no vírus que circulou no Espírito Santo durante os surtos recentes e sugeriram que o Centro-Oeste pode ter servido de rota do vírus.


 


“Outro ponto em comum entre os dois estudos foi a constatação de que o vírus presente no Sudeste também tem características semelhantes a um tipo que circulou na Venezuela, indicando uma possível origem. Mas também é importante lembrar que a Venezuela abriga parte da região considerada amazônica”, comenta Pedro.


O pesquisador afirma que ainda é uma incógnita a forma como esse vírus que provocou os dois surtos irá se comportar daqui pra frente. “O que se sabe, com as pesquisas feitas até o momento, é que o vírus causador das duas epidemias teve uma entrada única no Sudeste. Ou seja, trata-se de um grupo homogêneo que se estabeleceu de forma efetiva e causou estragos ainda não documentados. A forma como ele vai se comportar daqui pra frente é desconhecida, o que reforça a importância de ampliar a cobertura vacinal, medida que o Estado de Minas Gerais já vem adotando”, disse.


 


FONTE:Solidário Notícias

VEJA A APRAG NA MÍDIA

Novas técnicas para combater o Aedes aegypti

4:51 Árvores de São Paulo sofrem com cupins Café com J...

Voltar para a ediçãoAlimentar pombos nas ruas pode gerar...

4:51 Árvores de São Paulo sofrem com cupins Café com ...

Especialista dá dicas do que fazer para espantar os inse...

VEJA MAIS MATÉRIAS

Notícias APRAG

EXPOPRAG NEWS

EXPOPRAG NEWS

AS NOTÍCIAS SOBRE O MAIOR EVENTO DA AMÉRICA LATINA NO SETOR DE CONTROLE DE VETORES E PRAGAS URBANAS, SEMPRE ATUALIZADAS!

VEJA MAIS NOTÍCIAS
Primobolan Depot For Sale Hygetropin 10iu Dosage Jintropin Kigtropin Vs Somatropin Turinabol For Sale Testosterone Propionate Cycle Anavar for sale Igtropin 100mcg Price Android Pills Stanazol Suspension Side Effect Buy HCG 5000 iu Vials Anadrol Oxymetholone Buy Ansomone Growth Hormone Anadrol For Sale Testosterone Enanthate 250mg Testosterone Cypionate For Sale Deca Durabolin Side Effects Stanozolol Suspension Injection 20ml Winstrol for Sale trenbolone acetate